Pular para o conteúdo principal

Colheita de Arroz



Dentro do sistema de produção do arroz, a colheita, a pós-colheita e a industrialização são as últimas operações antes da comercialização. Este fato é suficiente para justificar atenção especial , pois, nestas fases, o custo agregado ao produto é o mais alto, devido aos inúmeros gastos que já foram realizados no decorrer do processo de produção.
Ponto de Colheita
O teor de umidade do grão adequado para realizar-se a colheita do arroz está entre 18 e 23%. Se colhido com teor muito elevado, haverá grãos em formação. Por outro lado, se a colheita for muito tarde haverá mais quebra de grãos no beneficiamento e, quando se destina a semente, o vigor poderá ser afetado.

Colheita mecânica de arroz irrigado

Dentre as operações agrícolas que desempenham papel importante na produção de arroz , destaca-se a da colheita.

A operação de colheita é realizada, geralmente, por diversos tipos de máquinas, desde as de pequeno porte tracionadas por trator, até as colhedoras automotrizes, dotadas de barra de corte de até 6 metros de largura, as quais realizam, em seqüência, as operações de corte, recolhimento, trilha e limpeza.
Funções de uma colhedora
Podem-se distinguir as seguintes funções em uma colhedora: corte da cultura e direcionamento para os mecanismos de trilha; trilha, que consiste na separação dos grãos de suas envolturas e de partes de suporte na planta; separação do grão e da palha; limpeza.


 
Perdas na colheita de arroz irrigado
As perdas na colheita mecânica de arroz poderão ocorrer por três motivos básicos: antes da colheita, na plataforma da colhedora e nos mecanismos internos da colhedora.
Antes da colheita
As perdas devem-se a o fato de a colheita ser realizada fora de época, à ocorrência de chuvas em excesso, granizo e ventos, à debulha natural influenciada pela genética das cultivares, bem como ao ataque de pássaros, comuns nesta região na época da colheita.
Na plataforma da colhedora
Este é o local de maior perda de grãos na colheita, respondendo por até 85% do prejuízo.
Plataforma convencional
Os pontos responsáveis por estas perdas na plataforma são os seguintes:
Molinete: ocorrem perdas devido à baixa ou excessiva velocidade, ou devido a sua má posição na hora da operação da máquina, causando debulha, acamamento e/ou duplo corte.

Barra de corte: as perdas devem-se ao fato de as navalhas estarem quebradas, tortas, trincadas ou sem fio, e/ou os dedos encontrarem-se tortos; também devido à folga nas peças de ajuste da barra de corte.
Velocidade da máquina: o operador deve conduzir a colhedora, cortando de maneira a aproveitar toda a largura da barra de corte, porém, avançando à maior ou menor velocidade, segundo as condições da cultura.
Densidade da cultura: uma baixa densidade de plantas dificulta o trabalho da plataforma, fazendo com que as plantas deixem de ser recolhidas pelo molinete, perdendo, por conseguinte, grãos.
Presença de plantas daninhas: a presença de plantas daninhas na lavoura de arroz contribui para o aumento das perdas.
Umidade dos grãos: padrões fora da umidade recomendada, 18 a 23%, aumenta as perdas.
Plataforma recolhedora
Estes equipamentos retiram ou arrancam o grão ao invés de cortar a panícula, como fazem as colhedoras equipadas com plataformas convencionais.

Os resultados iniciais obtidos com arroz irrigado na Itália mostram que são possíveis aumentos de até 60% na taxa de colheita.

Mecanismos internos da colhedora
Os principais pontos de perda são: perdas no cilindro, no saca-palha e nas peneiras.
Perdas no cilindro
Acontecem devido a pouca velocidade ou a muita distância entre o cilindro e o côncavo. Normalmente, apresentam-se em forma de panículas sem debulhar.
Perdas no saca-palhas
As perdas no saca-palhas acontecem a semelhança do caso anterior.

Perdas nas peneiras
As perdas nas peneiras são causada geralmente por trilha curta, furos das telas muito fechados e ar mal dirigido, insuficiente ou excessivo. As perdas nas peneiras são grãos soltos, que saem juntamente com a palha miúda.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pirulito de cristal

Olhem que lindo e diferente Pirulito de cristal encontrei essa receita em um site mais não lembro em qual. A receita de Pirulito de cristal tava salva no bloco de notas mais enfim, uma ótima opção para fazer em aniversario ou festinhas de criança além de ser bonito Pirulito de cristal é muito gostoso. Abaixo esta a receita para vocês fazerem.

Ingredientes
2 xícaras de Açúcar2/3 xícara de glucose de milho1/4 de copo de água2 colheres de chá de sabor, como o extrato de hortelã, tutti fruti, de baunilha ou o que preferirConfeitosPalitos brancos
Como fazer o Pirulito de cristal. 
Forre duas assadeiras grandes com papel manteiga ou tapete de silicone. Encha uma tigela grande com gelo e água. Deixe de lado.
Misture o açúcar, glucose de milho e 1/4 de copo de água em uma panela pequena em fogo médio. Fixe um termômetro de doces no interior da panela.
Aumente o fogo para médio-alto para levar a mistura ao fogo até ferver, mexendo até que o açúcar tenha dissolvido. Usando um pequeno pincel um…

Dicas para fazer e vender Marmitex

Muitas pessoas entraram em contato pedindo auxílio para começar a vender as Marmitex. Vou ensinar a vocês passo a passo pra você começar a vender Marmitex para ganhar dinheiro.

1°- Divulgação 
Usem sua página do Facebook alertando seus amigos que em breve vocês começarão a vender MARMITEX, estipulem com uma semana de antecedência e pesem carinhosamente que eles ajudem compartilhando suas publicações e como incentivo dos compartilhamentos você poderá sortear uma marmitex no dia inauguração. Panfleto são muito importante para levar nos comércios, bancos, obras de construção, se tem algum amigo comerciante peça gentilmente se pode deixar um pouco nas recepções.

2°- Comprar os ingredientes para a produção da marmitex
Sempre pesquise muito, pois o seu lucro maior vai ser na hora da compra, pois tem muita diferença de um mercado com o outro. Alimentos secos (arroz,feijão,macarrão,óleo,etc) podem ter em estoque pois não estragam, carnes sempre comprem no dia anterior em pequenas porçõe…

Desenhos de arroz para colorir

Que criança que não gosta de ficar colorindo, separei uns desenhos de arroz, panela de arroz e de um homem no campo colhendo arroz. Para seu filho ficar colorindo o Dia todo. Mãos no lápis!